Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

SÚBITO POEMA

Súbito Poema
[Thiago Soeiro]
emudeço ao inconstante tempo que hora me faz inverno hora me veraneia das certezas que carrego uma delas é que não tenho certeza de nada espero o fim do dia gosto de ver o escuro nascer sou melhor em escrever cartas de desculpa do que pedi-la pessoalmente gasto horas remoendo bobagens guardo tristezas debaixo da cama tenho tolices pra dar e vender sou a favor da verdade bem dita tenho medo de desaprender a sonhar.

Últimas postagens

SINAIS

CARTOGRAFIA DOS ROMANCES ESQUECIDOS

BIUTIFUL

MACAPÁ NÃO TEM MAPA

CLARIDADE

MALAGUETA

DESALINHO

UMA ORAÇÃO AO CORAÇÃO

CONFISSÃO

POEMA SOBRE O NADA